• Susana de Sousa

A Lua Cheia do Planeamento e da Organização

Chegamos à Lua Cheia do Planeamento e da Organização, que vem agarrar a oportunidade de transformação lançada pela última Lua Nova.


O que nos foi pedido? Organização e revolução para nos alinharmos com os princípios mais elevados. (Recomendo que releias o artigo sobre a Lua Nova aqui. )


Agora, com a Lua e o Sol a trazerem à superfície aquilo que era preciso revolucionar, vamos conseguir ver de que forma podemos fazer uso da nossa força de vontade para nos libertarmos do que já não nos serve. Assim, poderemos organizar-nos no interior dos nossos grupos e comunidades, de modo a manter a separação que é necessária. Isso pode dar-nos uma influência poderosa que nos permite manifestar os nossos princípios no quotidiano.


Ou podemos sentir o apelo para fazer parte de algo maior: de um grupo, família ou organização.


O Sol e a Lua formam uma oposição sempre que ocorre uma Lua Cheia, ou seja, encontram-se em ativações opostas na mandala (nas Luas Novas estão em conjunção).



Na lunação de 27 de Fevereiro, estas duas ativações opostas formam um canal. Este é um acontecimento interessante, uma vez que existem apenas 3 canais nascidos de oposições na mandala.


Em primeiro lugar, o que é um canal?


O Human Design estuda os fluxos que circulam pelos 9 Centros que compõem o corpo energético humano. Esses centros processam diferentes tipos de energia e estão ligados a órgãos biológicos específicos. Podem estar definidos (coloridos) ou não, e é essa dinâmica que nos permite evoluir entre o que é fixo e o que é flexível em nós.


Em cada Centro existem portas que podem estar ativadas ou não. Olhando para o gráfico desta Lua Cheia, podemos observar dois Centros coloridos, o que significa que estão definidos: o pequeno triângulo vermelho é o Centro do Coração e Ego; o triângulo maior é o Plexo Solar.


No Centro do Coração e Ego vemos que há uma porta ativada (porta 40): é ali que encontramos a Lua e a Terra no momento da Lua Cheia. Essa porta encontra-se num canal, que só fica ativado se a porta na outra extremidade também estiver ativada. E isso é precisamente o que acontece nesta lunação, pois o Sol encontra-se no Plexo Solar (porta 37).




Temos assim o Sol, a Lua e a Terra a criarem uma força de vida que funciona de forma muito específica: ativam o Canal da Comunidade, o desenho de uma parte à procura do Todo. E isto diz-nos que há uma interação poderosa entre o Ego e o Plexo Solar, podendo criar nervosismo e explosões emocionais.


A nível colectivo, pode haver uma tendência para criar separação e reorganizar grupos e relações, de modo a manifestarmos os princípios mais elevados.


Temas relacionados com liderança, planeamento, apoio, trabalho, justiça, organizações, podem ser realçados por estes dias. Pode haver um maior ímpeto para organizar grupos, de forma a assegurar que a comunidade tenha aquilo que precisa, seja comida ou outro tipo de recursos.


Mas também pode surgir um desejo súbito de cortar com o grupo, a comunidade, a família ou até o trabalho. A necessidade de descanso ou a fadiga extrema podem criar um desejo de solidão e afastamento das coisas mundanas.


Revoluções a pedir libertação, iniciadas na última Lua Nova, podem intensificar-se ainda mais.


Temas relacionados com a comida (ou a falta dela) também podem começar a manifestar-se com mais intensidade por estes dias. A Lua Nova já fazia apelo para cuidar das necessidades básicas. Com o Canal da Comunidade ativado, o foco também vai estar aí.



O impacto dos trânsitos


O que acontece quando há um trânsito forte? Como nos afecta?


Os planetas estão sempre a ativar determinadas áreas do gráfico e isso afeta cada pessoa de forma diferente. No entanto, quando há um Centro que fica definido num trânsito, as pessoas que têm esse Centro indefinido podem ser condicionadas a agir devido à intensidade energética do trânsito.


No caso específico desta Lua Cheia, pessoas com o Ego ou o Plexo Solar indefinido podem ser levadas a sair de um grupo, família ou trabalho por sentirem uma perturbação emocional ou uma fadiga extrema. Ou a abraçarem uma nova comunidade por sentirem que ali vão ter as suas necessidades preenchidas. Ou a comprometerem-se com um trabalho, projecto ou relacionamento que não é o correto para elas.


O motivo pelo qual devemos estar atentos aos trânsitos é muito simples: para não fazermos asneira!


A solução: seguir a nossa Estratégia de Vida e Autoridade sem hesitar.


Isso quer dizer que devemos evitar os temas dos trânsitos? De modo nenhum! Até podem beneficiar-nos, desde que façamos aquilo que é correto para nós.


Por isso, se ao seguirmos a nossa Estratégia de Vida e Autoridade largarmos ou entrarmos num grupo ou comunidade, estaremos a liderar pelo exemplo e a usar da forma correta o poder do nosso Ego.


E esta Lua diz-nos que todos podemos ser líderes pelo exemplo! Basta termos um comportamento exemplar.


“O Human Design é muito simples. É sobre tomada de decisões: como tomares as decisões sendo tu mesmo. Tens uma Estratégia, tens uma Autoridade. Segue-as. “ Ra Uru Hu

O Plexo Solar está a transformar-se num centro de consciência espiritual. Se através da nossa Estratégia de Vida e Autoridade pudermos de alguma forma beneficiar deste trânsito lunar, sinto que há a possibilidade de um alinhamento energético que nos faça sentir parte do Todo.


Isso só pode acontecer se já nos tivermos rendido a um facto: o de que não planeamos absolutamente nada.


A partir do momento em que nos rendemos à sabedoria da Vida, começamos a perceber que são os planos da Vida que nos conduzem a bom porto. A nossa mente engana-nos a todo o momento.


Por isso, se tens planos para a tua Vida, talvez queiras aproveitar a oportunidade desta lunação para te libertares.



A Cruz do Planeamento


A Lua Cheia ocorre na Cruz do Planeamento, e sinto que é importante voltar a mencionar que temos estado a viver desde há 400 anos sob a influência cósmica desta Cruz.


A base em que assenta a nossa vida é uma base comunitária. Temos vindo a criar estruturas que nos apoiam e que nos fazem sentir como parte de algo maior.


Em 2027 algo vai mudar. A Cruz do Planeamento vai sair de cena e vai dar lugar à Cruz da Fénix Adormecida.


Sem este suporte comunitário, vamos ter de aprender um novo modo de viver.


Vejo esta transição um pouco como a do jovem adulto que sai de casa e começa uma vida independente. Este jovem pode ser o rebelde que foi expulso de casa e começa a viver de forma hostil, ou o jovem emancipado que tem confiança para se movimentar no tabuleiro da vida seguindo as suas próprias convicções.


Uma forma positiva de aproveitarmos a Lua Cheia do Planeamento é começarmos a libertar-nos dos condicionamentos que nos fazem crer que precisamos disto e daquilo para sobreviver, que precisamos de estabelecer acordos para termos aquilo que achamos que precisamos ou para nos sentirmos valorizados.


Há uma bússola interna dentro de nós que nos conduz em segurança pela direção correta. Quando a seguimos, não precisamos de nos preocupar em ir à procura de recursos. A vida encarrega-se disso.


Esta foi, para mim, uma das melhores dádivas do sistema de Human Design. A primeira vez que segui a minha Estratégia de Vida e Autoridade senti um momento de pânico, pois tive de investir as minhas economias e temi o pior. Uns dias depois, recebi exatamente o valor que tinha investido e foi isso que me deu confiança para continuar na jornada de descondicionamento.


Nada como experimentar e ver os resultados!



Não planeies, individualiza-te!


Em período de revoluções e convulsões sociais, a maior e mais profunda revolução é porventura esta: ama-te a ti mesmo, honrando o funcionamento da tua energia e respeitando a tua autoridade.


O mundo expande-se e organiza-se quando alguém se ama. Só que para nos amarmos, temos de descobrir quem somos!


>>> entra na jornada e descobre-te com o Human Design

* a Mandala e o Rave Bodygraph são marca registada da Jovian Archive


Viaja comigo nas histórias! 🍄✨🌷✨🐉✨👑

>> Subscreve aqui a newsletter do YourSELFstory para receber conteúdos exclusivos.

O que dizem desta newsletter:

“Espectacular!”

“Obrigada por seres este veículo de descoberta e autoconhecimento.”

“Wow! Adorei!”

“Susana, todas as suas mensagens vêm mesmo no momento certo.”

“Emocionante.” “Tanta LUZ!”

“Estás a funcionar como um despertador!”

“Lindo!”

66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo