top of page

Júpiter, Urano e a Iniciação espiritual


No dia 8 de abril, Júpiter entrou na porta 23, onde já se encontrava Urano. A 20 de abril, os dois planetas vão estar em conjunção exata, na linha 4.


Este momento inaugura uma libertação monumental da consciência humana, abrindo novos canais de perceção e de comunicação. É a oportunidade de um salto de fé, de uma abertura súbita para novas realidades e novas formas de pensar.


Porta 23: Dividir - A porta da Assimilação

Amoralidade. A consciência e compreensão que leva à aceitação da diversidade.


A porta 23 é uma das portas individuais do Centro da Garganta, o centro de comunicação e de manifestação. É através da assimilação de insights individuais, de um conhecimento interno que simplesmente sabe, que a nova realidade irá ser traduzida em expressão. O conhecimento poderá ser expresso de forma a trazer uma mutação, abrindo caminho a novas formas de pensar.


A porta 23 faz parte do Canal da Estruturação, o desenho da individualidade, e tem a capacidade de expressar algo tão inovador e diferente que pode parecer genial ou louco. O seu principal papel é ser uma força mutativa e empoderadora através do conhecimento individual espontâneo, para promover uma maior eficiência.


Na linha 4, a porta 23 tem o potencial de externalizar aquilo que sabe com grande influência. No entanto, toda a expressão individual se depara com uma necessidade imperativa de ter de se explicar, pois o conhecimento surge por via interna, sem factos ou opiniões para poder ser comprovado. A sua fixa necessidade de externalizar pode fazer com que expresse o seu saber interno sem ter noção das consequências.


De todas as linhas da porta 23, a linha 4 é a que carrega em si uma força mais incisiva, pois é ativada pelo Sol e pela Terra.




Urano, o visionário


Urano tem estado a trabalhar em portas individuais nos últimos três anos. O circuito individual é por natureza mutatório, e com Urano as mudanças são sempre súbitas e imprevisíveis.


Para percebermos Urano, podemos pensar no mito de Prometeu, que roubou o fogo dos deuses para o entregar aos homens. Há um profundo amor pela Humanidade neste arquétipo, que visa trazer sabedoria, luz e libertação àqueles que habitam nas trevas.


Urano está sempre associado a uma consciência visionária, capaz de quebrar qualquer regra em prol da liberdade. O seu amor à humanidade apela à consciência de que cada ser é único e que deve apenas seguir as suas próprias orientações, assumindo a sua diferença e originalidade. Se for necessário fazer uma revolução, assim seja.


Urano é um planeta que se distingue pelo estranho eixo de rotação: ele gira de lado. É também o único planeta designado por um nome grego, e não romano.


Onde toca no gráfico, traz uma qualidade inovadora e fora da caixa, bem como uma necessidade constante de reinvenção.


O planeta rebelde entrou na porta 23 em maio de 2023. Tem estado a operar uma libertação amoral e tolerante, que temos vindo a ver em toda a série de temáticas ligadas a uma maior aceitação da diversidade, principalmente no que diz respeito à forma (ao corpo, às matérias-primas, à beleza, à civilização em geral).


Para Urano, as palavras-chave são: liberdade, igualdade e fraternidade. E isso coincide com a natureza individual da porta 23.

Júpiter, o generoso


Júpiter é o maior planeta do sistema solar. Representa uma visão superior, um conhecimento filosófico e espiritual. Preocupado com a Verdade, com os princípios universais que regem a humanidade, aponta sempre para uma visão da vida mais ética e verdadeira.


É o grande otimista, e costuma ser bastante generoso, até ao momento em que faz crescer aquilo que não é bom e favorável. Não há nada que ele toque que não se expanda, nem que seja para nos fazer ver o horror das nossas falsas crenças e dos nossos dogmas.


Ao unir-se a Urano na porta 23, Júpiter vai colocar o foco na libertação dos insights transformadores, ampliando o canal aberto por Urano. Com o seu raio, poderá destruir o conhecimento falso, abrindo-nos para uma visão mais sábia e espiritual, que nos traga a verdadeira abundância (e essa vai depender das áreas ativadas no mapa individual de cada um).


A voz individual pode expressar-se antes do tempo, com uma força disruptora e gigantesca. Ao nível coletivo, podem surgir informações que nos obriguem a desconstruir crenças antigas, principalmente no que diz respeito a questões morais.


Este movimento traz uma profunda abertura à mudança, e torna-se mais forte porque o Canal da Iniciação vai estar ativado.


O Canal da Iniciação é um canal individual e profundamente místico. Liga o Centro do Ser (amor, direção e identidade) ao Centro do Coração e Ego (força de vontade, auto-estima, mundo material).


Com uma energia profundamente transformadora, este canal pode levar-nos a saltar no desconhecido, para nos cumprirmos como seres individuais e únicos.



Canal da Iniciação


No momento da conjunção de Júpiter e Urano, temos Neptuno, Quíron, o Nodo Norte, Mercúrio e Vénus a ativar o Canal da Iniciação.


Este é um grande portal para a Humanidade. É o momento de darmos um salto quântico a nível coletivo, e a possibilidade de um despertar espiritual em massa pode mesmo tornar-se realidade.


O lado mais perigoso deste movimento, é que a energia de mudança e transformação vai ser tão forte que aqueles que estiverem em resistência podem ser levados a algum tipo de colapso. Acredito que surjam movimentos a nível global bastante desafiadores.


Como Neptuno se encontra no Canal da Iniciação, a proposta é mergulhar nas águas amorosas da mais pura inocência, rendendo-nos a algo superior. Afinal, este é o canal dos xamãs, e o processo é místico.


O lado sombrio de Neptuno irá atrair os mais incautos com vãs promessas, seduzindo através do escapismo, das adições e de uma profunda confusão mental. A falsa espiritualidade é um dos perigos, por isso, cuidado com os sistemas espirituais demasiados fáceis. A jornada espiritual nunca é fácil para ninguém, pois implica sempre uma desconstrução.


Também poderá haver um surto de problemas psíquicos, pois todo este movimento pode abrir canais mediúnicos, e muitas pessoas podem não estar preparadas para lidar com essas energias.



O jarro de Pandora


O asteróide Pandora também estará na porta 23 no momento da conjunção entre os dois gigantes, trazendo a sua curiosidade e o seu movimento disruptivo para a equação.


Na mitologia, Pandora é uma mulher criada pelos deuses, por ordem de Zeus (Júpiter) com o objetivo de se vingar de Prometeu e da Humanidade pelo roubo do fogo. Pandora é uma mulher muito bela, a quem cada deus concedeu um dom especial. É oferecida ao irmão de Prometeu, que apesar de ter sido avisado para não aceitar presentes de Zeus, fica imediatamente seduzido e desposa Pandora.


Embora seja conhecida por trazer uma caixa, na história original Pandora trazia um jarro. A principal diferença, a meu ver, é que o jarro tem uma forma mais arredondada e se pode assemelhar a um útero, com toda a simbologia do feminino que lhe está associada.


Movida pela curiosidade, Pandora abre a tampa do jarro e de lá saem todos os males do mundo, que se espalham pela terra. Ainda vai a tempo de fechar a tampa e manter a esperança no interior.


Não sabemos se o faz por malícia ou por mera curiosidade, mas se pensarmos que tudo resultou de um estratagema de Zeus, como podemos culpá-la?


O que é interessante, é que no dia da conjunção todos os protagonistas deste mito vão entrar em cena: Júpiter (Zeus, o criador de Pandora), Urano (aqui, como Prometeu) e Pandora.


Pandora, fruto da vingança divina, é o princípio feminino que está entre o deus legislador e o deus rebelde; entre as leis do coletivo e a liberdade individual.


Considerada também como a primeira mulher, remete-nos para o mito de Eva. Abrir o jarro ou comer a maçã, trazem o mal ao mundo. E, claro, a responsável tinha de ser uma mulher!


O que pode acontecer com este encontro nos céus (e no Centro da Garganta), é que a voz do feminino ressurja com uma nova potência. Que o mito se quebre, sob ação de Júpiter e Urano, libertando as mulheres da velha história patriarcal, e revelando o seu poder criador através de novas manifestações.


Algo se irá libertar. Esse algo pode dar origem a manifestações físicas, como forças a libertarem-se da Terra, a Grande-Mãe. Ou pode ocorrer uma divisão entre a essência divina e a natureza ilusória do ser humano, dando origem a um processo de Despertar.


A voz Divina poderá então fluir de modo direto através daqueles que estão disponíveis para abraçar o novo território da individualidade.


"No território da individualidade tudo é imprevisível. Aqui brota a mudança, e o Novo Mundo que está a chegar é um mundo de mudanças tão constantes e profundas que não é possível concebê-lo nos parâmetros de conhecimento atuais.


O tecido da realidade, o próprio tecido do mundo, vai mudar.


Caminhamos nos últimos fios da trama conhecida e todo o Novo está a ser criado com os nossos padrões vibratórios. Esse mundo ainda está por nascer e é tão diferente do que conhecemos que vamos ficar surpreendidos." A Cauda do Pavão



Uma mentoria de Human Design com os planetas


Se procuras libertar-te de uma vida sem propósito e abrir-te ao teu máximo potencial, este é o momento. A energia que se está a criar é realmente extraordinária, e é com muita alegria que vou abrir novamente vagas para a mentoria Subir a Montanha.


Será a 2ª edição desta poderosa mentoria de grupo, em que trabalhamos com o sistema de Human Design de uma forma inovadora e profunda, integrando a energia dos planetas no corpo, na matéria, na vida quotidiana. Pura magia! ✨


A mentoria vai decorrer ao longo de um ano, com encontros quinzenais. Os testemunhos de quem já participou foram fantásticos, e podes lê-los no link abaixo, onde encontras também a descrição dos temas:






* a Mandala e o Rave Bodygraph são marca registada da Jovian Archive




O que dizem desta newsletter:


"Cada newsletter é sempre uma boa surpresa e escrita numa linguagem doce e maravilhosa que nos enche a alma."

“Tanta LUZ!”

"Ler esta newsletter é um bálsamo para a alma e um elixir de renovação para o coração!"

“Espectacular!”

“Obrigada por seres este veículo de descoberta e autoconhecimento.”

“Wow! Adorei!”

“Susana, todas as suas mensagens vêm mesmo no momento certo.”

“Emocionante.”

“Estás a funcionar como um despertador!”

“Lindo!”

"Adoro a tua escrita! Tão poética e bela, fico com um senso tão maravilhoso das coisas pela forma como te exprimes."

200 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page